Convensul - Convenção Estadual das Igrejas Evangélicas Pentecostais O Brasil Para Cristo do Estado do Rio Grande do Sul

Notícias

set 27

Igreja Católica propõe união com protestantes

Igreja Católica propõe união com protestantesNo última sexta-feira, 23/09, o Papa Bento XVI se encontrou com líderes protestantes alemães na cidade de Erfurt, na Alemanha. O objetivo do encontro é a proposta da Igreja Católica de promover o ecumenismo.

A bandeira que Joseph Ratzinger levantou aponta para a história. Se referindo a Martinho Lutero, destacou que existem muitas semelhanças entre os protestantes e os católicos e as diferentes que existem não devem mais separar as vertentes religiosas.

O líder da Igreja Católica mencionou também sua preocupação com o crescimento das igrejas evangélicas protestantes no mundo. Afirma que isso está criando uma geração de cristãos sem base histórica e racional para administrarem sua fé. Pede inclusive que os evangélicos se unam à Igreja Romana para preservarem a uniadade da fé.

O que o Papa não fez, foi a devida separação entre as igrejas evangélicas pentecostais e os movimentos neopentecostais que têm se alastrado pelo mundo. O fato é que a liderança católica está preocupada com o êxodo das suas comunidades ao redor do mundo, principalmente na europa, onde o fenômeno é maior. Talvez, lá o seu discurso tenha alguma aceitação dentro da cúpula protestante. Já que esta também deva estar perpléxa com o mesmo fenômeno de esvaziamento de seus templos.

A realidade é que esta postura amigável ao ecumenismo é uma estratégia antiga da Igreja Católica que vem desde sua liderança anterior, o Papa João Paulo II. Em ato público, no ano de 2000, João Paulo pediu perdão pela postura da instituição na Idade Média. Quando reprimiu e perseguiu a Lutero e os primeiros protestantes. Na ocasião, a igreja Luterana aceitou as desculpas do Papa e ambas as igrejas firmaram o perdão.

Comentários encerrados.